+55 41 3042.0444 | +55 41 3287.4955 | +55 41 98501.7891

41 3042.0444 | 41 3287.4955 | 41 98501.7891

marketing digital como você nunca viu.

Botão Menu - Muito Mais Digital

Como montar uma loja virtual? Saiba tudo que é importante!

Ganhar dinheiro na internet. Parece fácil, mas não é!

A cada segundo a internet se torna ainda mais concorrida e ter sucesso é privilégio de poucos. Não se iluda com as histórias mirabolantes que você ouve por aí. Muito mais do que sorte ou feeling, o que determina o resultado de um investimento em comércio eletrônico é uma boa dose de cautela e planejamento antes de tirar o primeiro centavo do bolso. Portanto, se você almeja ganhar dinheiro na internet é bom ler esse post até o fim… E depois conversar com algumas pessoas que tenham experiência para se certificar se é mesmo hora de começar.

Como abrir uma loja virtual?

Como abrir uma loja virtual

Abrir uma loja virtual é cada vez mais fácil. O que tem se tornado cada vez mais difícil é ganhar dinheiro e se manter vendendo pela internet. Você sabia que 70% das lojas virtuais brasileiras fazem menos de 10 pedidos por mês? Esse dado assustador foi levantado pela ABCOMM (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), ou seja, 7 em cada 10 empreendedores naufragam após “tentarem a sorte” através do e-commerce.

Mas como criar uma loja virtual em meio a números tão desanimadores? O segredo é fazer parte dos outros 30% – de preferência do grupo ainda mais seleto de lojas que são lucrativas para os seus donos!

Confira alguns dos itens importantes que você precisa levar em conta antes de montar uma loja virtual:

Plano de Negócios

Você precisa conhecer exatamente o terreno em que irá pisar. Mesmo se já possuir uma operação física, o e-commerce exigirá um novo plano de negócios. Algumas consultorias podem te ajudar neste momento. O Sebrae é uma das opções.

Pesquisa de Concorrentes

Por mais que seja parte integrante do Plano de Negócios, é importante ressaltar que a pesquisa de concorrentes é um capítulo à parte para quem pretende vender pela internet. Seus concorrentes já não estão mais somente na sua região, no seu bairro ou na sua rua. Eles estão em qualquer lugar do Brasil, basta venderem produtos iguais ou semelhantes aos seus.

Tributos

Conheça muito bem os tributos que você terá de pagar. Muitas vezes a classificação fiscal de um negócio faz com que os impostos sejam altos e reduza muito a margem de lucro – principalmente para quem pretende vender via Market Place.

Custos fixos e variáveis

Folha de pagamento, tecnologia, estoque, comissão, logística, embalagem, marketing… Esses são alguns exemplos de custos fixos e variáveis que você terá. Cuidado para não se esquecer de nada na hora de compor os seus preços. Um erro aqui pode ser fatal (por isso que o Plano de Negócios é muito importante).

Plataforma para loja virtual

A escolha da melhor plataforma para loja virtual depende de inúmeros fatores. Existem as chamadas plataformas de entrada, cujo custo é bem reduzido, porém, os recursos disponíveis para as estratégias comercial e de marketing também são limitados. Já as plataformas mais robustas e com funcionalidades variadas podem custar o preço de um carro. É importante que você conheça bem quais serão as suas necessidades para fazer a escolha de uma plataforma que lhe atenda.

Marketing Digital

Você precisará de uma agência de marketing digital ou de ao menos um profissional especialista para gerenciar suas estratégias de marketing. Não existe mais aquela história de “começar para depois investir conforme o resultado”. Quem não investe não consegue resultado algum.

E pode ir separando uma quantia interessante por mês, pois você vai precisar investir em SEO, links patrocinados, gestão de redes sociais, e-mail marketing, banners para as promoções na sua loja, etc. Isso sem falar em ações mais avançadas que envolvem BI (business intelligence).

Market Place

Se você achou que iria escapar desse assunto, fique sabendo que em 2017 31,5% das vendas no e-commerce aconteceram nos Market Places. Os grandes varejistas se aproveitaram de suas marcas consolidadas e do seu poder de compra de mídia para reunirem pequenos vendedores ávidos por fazerem negócios pela internet. Mas atenção: vender através dos Market Places vai lhe custar, só de comissão, algo em torno de 15% a 20%, portanto, recorra novamente ao seu Plano de Negócios para saber se isso será possível no seu caso.

Como divulgar minha loja virtual?

Como divulgar minha loja virtual

Quem não é visto, não é lembrado. Ou seja, se você quiser ser lembrado pelos consumidores no momento em que eles estiverem prontos para comprar, precisará investir em marketing para divulgar a sua loja virtual.

SEO (otimização de sites) e links patrocinados (Google Adwords) são as fontes de tráfego que mais geram vendas no e-commerce brasileiro. De acordo com o estudo E-commerce Radar 2017, 51% das transações on-line acontecem após uma busca no Google. Sabe o que isso significa? Que você também precisará investir para otimizar o seu site e torná-lo relevante no ranking orgânico dos buscadores, bem como desembolsar uma certa quantia para anunciar nos sistemas de leilão de links patrocinados.

>> Saiba aqui quais são as diferenças entre SEO e links patrocinados!

Já outras formas de marketing também podem ser eficientes, mas dependerão de quanto tempo você estará disposto a esperar até que elas amadureçam, como é o caso dos e-mails marketing e das redes sociais.

Aproveite para ler esse outro post e desmistificar de vez tudo que você sabe ou ouviu falar sobre e-mail marketing:

>> Como criar um e-mail marketing eficiente? 7 dicas que vão mudar sua opinião sobre o envio de e-mail marketing!

Quanto custa uma loja virtual?

Quanto custa uma loja virtual

Talvez este seja o tópico que você mais esperava encontrar nesse post. E a resposta é simples: DEPENDE!

Não é possível precisar o quanto custa uma loja virtual, mas se você levar em conta tudo que apresentamos até aqui, deve imaginar que o investimento não é pequeno. Atualmente, um e-commerce “custa mais caro” do que abrir uma loja física. Não se iluda com casos isolados de pessoas que obtiveram sucesso com pouco ou “nenhum investimento”. Se é que isso já existiu, não existe mais.

Cerque-se de opiniões de profissionais capacitados antes de tomar a decisão sobre iniciar – ou não – uma operação de e-commerce. Não perca o dinheiro suado que te levou a acreditar que você poderia ter sucesso empreendendo no meio digital.

Se quiser conversar mais detalhadamente sobre os itens que abordei nesse texto, escreva pra gente através deste link!

Felipe Carvalho

Felipe Carvalho

Bacharel em Comunicação Social - Habilitação em Publicidade e Propaganda, pela PUC-PR. Certificado avançado em Google Adwords (pesquisa, display, shopping, vídeo e apps). Certificado em Inbound Marketing e RD Station, pela Resultados Digitais. Atua no mercado de marketing há mais de 10 anos, com foco em search marketing desde 2010.

Ligue Agora