BLOG
Felipe Carvalho 22 de setembro de 2016

Top 10 estratégias de marketing para a Black Friday. Explore a data com ações para a Black Friday que vão turbinar as suas vendas.

Já consolidada como uma das principais datas do varejo brasileiro, a Black Friday é, sem dúvidas, o dia mais aguardado na internet,  tanto para lojistas quanto para consumidores. Importada dos Estados Unidos, um dos principais objetivos da Black Friday é queimar o estoque para a chegada de uma nova coleção, por isso, ofertar produtos a preço de custo é algo muito comum.

Nos últimos anos, a Black Friday vem registrando crescimento constante em números de vendas, receita gerada e novos consumidores conquistados. Em 2015, foram mais de 3 milhões de pedidos e o ticket médio foi de R$ 492,00. Já em 2019,  o faturamento foi de R$ 3,2 bilhões, um aumento de 23% se comparado a 2018. O crescimento é surpreendente, confira:

Faturamento do e-commerce na Black Friday

Faturamento do e-commerce na Black Friday

O lado obscuro da força: a Black Fraude

Juntamente com o seu sucesso, também é crescente o número de reclamações contra lojistas que promovem a popularmente chamada “Black Fraude”. Um levantamento feito pelo site Reclame Aqui apontou que dos dias 27 a 29 de novembro do ano passado, os consumidores fizeram 4.800 queixas, sendo a maioria relacionada a propaganda enganosa. Esses números representam um aumento de 44% nas contestações em relação ao mesmo período de 2018, em que foram registradas 3.332 queixas.

Mas para quem pretende fazer uma Black Friday “limpa” e ofertar descontos reais, o negócio é ser transparente com os consumidores e divulgar o quanto de desconto a loja irá ofertar, sem medo de parecer conservador. É muito melhor dar 10%, 20%, 30% de descontos reais do que elevar o preço de um produto para criar a falsa sensação de ofertar 60% de desconto (isso, sim, é uma Black Fraude).

E como a data da Black Friday já é certa e acontece no próximo dia 27 de novembro, reunimos a equipe da Muito Mais Digital e elegemos algumas estratégias matadoras que, em conjunto, podem fazer com que a sua loja virtual, independente do porte, explore de maneira estratégica a Black Friday. Continue lendo este post para ter um guia completo de marketing para aplicar no seu negócio.

Antes de tudo: planeje

Não faz sentido entrar na Black Friday sem antes se planejar. Isso porque não basta, simplesmente, dar descontos em todos os produtos do site. Para que esta época do ano possa contribuir para o crescimento do seu e-commerce, é necessário aplicar boas estratégias de planejamento para que sua Black Friday seja algo promissor.

Você pode até achar que esta é uma etapa que pode ser pulada, mas já adiantamos de antemão que sem um bom planejamento, a propaganda da Black Friday pode acabar se perdendo e inúmeros problemas podem surgir ao longo do período. Mas como começar?

Assista a uma live promovida pela Resultados Digitais (RD Station) onde participei juntamente com outras agências de um bate papo sobre boas práticas na Black Friday

1. Aprenda com seus erros do passado

O primeiro passo é mapear suas experiências passadas com a Black Friday e analisar os dados que a sua loja tem deste período. Se é sua primeira vez, não tem problema, colete informações de outras datas comemorativas que tenha participado. Essas informações vão te ajudar a tomar decisões em relação a:

  • quais produtos ter mais em estoque;
  • quais serão os canais de marketing utilizados;
  • qual será a abordagem da sua loja;
  • qual será o investimento feito em marketing;
  • quanto de material para embalagem deve ser encomendado;
  • qual o volume extra de visitas que seu site terá para se preparar tecnicamente;
  • quais serão as ações de divulgação.

2. Fique atento à precificação

A busca pelos menores preços é algo que todos os consumidores procuram nesta época do ano, mas ao ofertar seus descontos é importante precificar corretamente para não ficar no prejuízo e ter tudo, menos sucesso em sua Black Friday.

3. Trace objetivos mensuráveis (e realistas)

Já ouviu aquele ditado que diz “para quem não sabe aonde quer ir, qualquer caminho vale”? O mesmo se aplica para lojas que participam da Black Friday sem planejamento e objetivos concretos e mensuráveis. São eles que vão possibilitar a elaboração de uma estratégia de marketing mais eficiente e que irá determinar o que precisa ser preparado para alcançar estes objetivos.

Por exemplo: se um dos objetivos da Black Friday é aumentar as vendas em 10%, sua loja precisa estar preparada para absorver esse número maior de pedidos. Dessa forma, desde já é fundamental se preparar para ter mais produtos em estoque, oferecer um bom suporte ao consumidor, fazer mais trocas de produtos e entregar mais embalagens. Essa logística precisa estar presente em seu planejamento, mas sem objetivos fica praticamente impossível fazer essa preparação.

4. Se prepare para imprevistos

Imprevistos acontecem em qualquer lugar e na Black Friday não é diferente. Por isso, tenha um plano B para tudo o que pode vir a dar errado neste dia e já antecipe o que sua equipe deverá fazer e com quais fornecedores você poderá contar prontamente para atender a alguma demanda urgente. Uma boa comunicação com todos também é essencial e evita as famosas reclamações de Black Friday.

Com tudo isso em mãos, é hora de pensar nos anúncios e campanhas de marketing para a Black Friday.

Top 10 estratégias de marketing para a Black Friday

A sua estratégia de Black Friday pode trazer resultados incríveis para o seu e-commerce quando aplicadas de forma conjunta. Por isso, separamos as 10 estratégias que mais funcionam aqui na Muito Mais Digital e são chanceladas por nossos parceiros.

1. Transmita segurança ao consumidor

Antes de tudo, procure transmitir segurança aos consumidores. Mostre que a sua loja virtual está engajada na realização de uma Black Friday de verdade. Solicite o selo de loja participante da Black Friday Legal, oferecido pela Câmara e-net. Neste link você pode obter mais informações e solicitar o selo para a sua loja.

Lembre-se sempre de que há sites que monitoram o preço de diversos produtos ao longo do ano e que podem ser consultados pelos consumidores antes da Black Friday. Para evitar o efeito negativo e reclamações a respeito dos descontos dados em sua loja, busque ser transparente e ofertar somente o que está dentro da realidade da sua loja online.

2. Defina uma verba de marketing específica para a Black Friday

Ao fazer o planejamento, você já deve ter traçado quais estratégias de marketing pretende utilizar. Por isso, é importante que a verba destinada a Black Friday esteja alinhada com as suas expectativas de vendas. Não adianta acreditar que sem investimento você conseguirá ser visto, afinal, no dia da Black Friday todas as lojas virtuais estarão com poder de fogo total.

Existem muitas opções de mídias pagas em que é possível investir seu anúncio de Black Friday, como Facebook Ads e Google Ads. O interessante é investir em mais de um canal e utilizar estratégias diferentes para cada um deles, mas antes defina os objetivos e verifique se o seu público-alvo está presente neles.

Que estratégias podem ser feitas?

Google Ads:

 Revisar as listas de público-alvo, verificando quais são as listas existentes e a duração da associação;

  • Utilizar o novo recurso de “competitividade de preço”, do Merchant Center, para saber se os preços praticados pela loja estão acima, abaixo ou dentro do preço de mercado;
  • Evitar mudanças significativas e realizar experiências nas campanhas a partir de 15 dias antes da Black Friday;
  • Utilizar a “extensão de promoção” específica de Black Friday para os anúncios da rede de pesquisa;
  • Caso trabalhe com estratégias de tROAS analisar se não vale a pena reduzir o valor desejado para que gere mais volume de conversões na semana/dia da Black. Neste caso, a alteração no tROAS deve ser realizada pelo menos 15 dias antes.

Facebook Ads: 

  • Sempre que fizer sentido para Facebook, espelhe as estratégias usadas no Google Ads;
  • Revisar o pixel no site;
  • Criar e promover o “evento” no Facebook, pois dessa forma as pessoas que se inscreverem serão notificadas no dia;

3. Crie um e-mail para sondar as expectativas da sua base de clientes

É muito importante atrair novos leads e renovar sua base antes da data da Black Friday. Por isso, até uns 30 dias antes, dependendo do tempo necessário para que você consiga negociar com fornecedores, operadores logísticos, etc., você pode fazer um conteúdo rico, atualizar algum material antigo ou fazer co-marketing com outra empresa.

Depois, avise sua base de leads e clientes que a empresa vai participar da Black Friday. Esse passo também é importante, pois muitas pessoas aproveitam este dia para comprar produtos que já desejam, mas estavam caros demais, o que pode levar a um esquecimento.

4. Utilize o pagamento social

Utilize o pagamento social como forma de ampliar o alcance da sua promoção nas redes sociais. Ofereça um benefício exclusivo para quem compartilhar seu conteúdo para os amigos.

5. Faça vídeo marketing

Produza um “vídeo marketing” apresentando alguns dos produtos que estarão com preços especiais durante a Black Friday. Isso pode ser feito com o seu celular mesmo e o garoto-propaganda deve ser você. Mais do que a divulgação do produto e da oferta em si, o objetivo é mostrar para as pessoas que a loja existe, tem um endereço físico e que existem “pessoas do outro lado”. A sensação de insegurança na hora de comprar ainda é um dos fatores que mais influenciam as pessoas a desistirem dos seus pedidos.

Dicionario de marketing digital

6. Use o Whatsapp a seu favor

Você faz atendimento via WhatsApp? Crie um grupo da Black Friday onde os participantes terão acesso em primeira mão aos links de produtos com descontos. Talvez ofertar um benefício exclusivo para quem fizer parte desse grupo também pode ajudar a aumentar suas vendas.

7. Oferte descontos progressivos

Comprando um produto ganha X% de desconto, mas comprando dois ou mais, o desconto é maior.

8. Garanta vendas futuras

Conceda descontos para as pessoas que compraram na Black Friday e voltarem para comprar no mês seguinte (aproveitando que será época de compras para o Natal). Exemplo: comprando na Black Friday você garante mais 15% de desconto para comprar durante o mês de dezembro.

9. Tenha condições de pagamento melhores

Oferte o maior parcelamento sem juros possível e aumente o desconto para compras pagas no boleto. Faça os cálculos antes de colocar essa estratégia em prática, afinal, você não pode ter prejuízos.

10. Envie campanhas segmentadas

Envie campanhas segmentadas para os contatos da sua base que historicamente interagem mais ou menos com suas campanhas de e-mail. Utilize títulos diferentes e até mesmo uma comunicação visual (a arte do e-mail) adaptada.

>> Leia também: 5 dicas para aumentar as suas vendas a partir deste mês!

Essas são algumas das estratégias possíveis de serem implementadas para turbinar as suas vendas nessa Black Friday. Dependendo do segmento e do seu poder de negociação com fornecedores, você poderá criar outras estratégias. E lembre-se: criatividade e honestidade com o consumidor são o que valem nessa Black Friday. Pense como consumidor, afinal, além de vender você provavelmente também irá comprar alguma coisa nessa “super sexta”, não é mesmo!?

Se você também procura por Dicas para investir em Marketing Digital e obter sucesso, confira este eBook que criamos com muito carinho! – é só clicar no link.

Receba mensalmente conteúdo gratuito Saiba o que fazer para melhorar seus resultados com marketing digital. Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdos em primeira mão.


    Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade.